MENU PRINCIPAL

sexta-feira, setembro 18, 2009

PCH RONDON II - USINA HIDROELÉTRICA DO VALE DO APERTADO

Tive a grata oportunidade de conhecer, no dia 26 de Julho de 2009, mais um empreendimento energético em nosso estado e região. Com apenas quatro turbinas, a usina hidroelétrica do vale do apertado é um complexo de construção sobre o rio Comemoração, no município de Pimenta Bueno. Foi uma grande experiência, onde pude obter uma melhor percepeção do crescimento do nosso estado maravilhoso. Vejam as fotos que fiz do local com a descrição leiga (rsrs):


LOCALIZAÇÃO
O Aproveitamento Hidrelétrico Rondon II está localizado no trecho do rio Comemoração denominado “Apertado da Hora”, a cerca de 94 km, pelo rio, da confluência com o rio Pimenta Bueno, próximo à cidade de mesmo nome, com as seguintes as coordenadas geográficas aproximadas do eixo do barramento: 12o00’ Latitude Sul e 60o41’ Longitude Oeste.

(fonte Themag Engenharia)



Parede da barragem com Lago: Duto para saída da água do leito do lago principal; este duto mantém o rio no leito natural;
Curso do rio natural após saída do duto;

Visão interna da barragem do lago principal;
Lago ainda vazio, mas cheio de árvores; segundo alguns teóricos, estas árvores poluem muito, pois estão em decomposição, liberando monóxido de carbono;


Visão geral da construção do canal artificial que leva a água até as turbinas nível abaixo;

Canal com parede de contenção de concreto; gigante; ficará muito bonito este circuito das águas pelo canal;


Terra retirada do canal que levará a água até as turbinas; quantidade exorbitante de entulho;

Rocha perfurada com dinamite para passagem da água que vai até as turbinas; contribuição natural para a passagem da água;
Casa de força; local onde ficam as máquinas;



Rio Apertado em seu curso natural; ele não será alterado e nem algumas belezas serão tocadas, como tem sido divulgado; os locais de banho ainda existem;

4 comentários:

Laurindo Fernandes disse...

Quanto às árvores a se putrefazerem no lago, já está se efetuando a remoção das mesmas. Começariam essa semana. Conheço uma senhora que trabalha no escritório da usina e por acaso ela comentou algo a respeito; disse ainda que a retirada dos troncos era uma exigência de algum órgão estatal, cujos fiscais estavam cobrando da empresa responsável essa extração.

Prof. Romulo Giacome O Fernandes disse...

Valeu pela informação;; abraços

Anônimo disse...

Caro amigo Rômulo:
É sempre bom ver e rever o Teoliterias e ter a oportunidade de ver as criações do nobre amigo.
Abraços!

P.S. Foste muito brando com as obras da usina. kkkk

Givaldo.

Anônimo disse...

Na verdade as arvores se retiradas do lago vao se decompor com uma velocidade maior do que estando no lago, pois as mesmas sao de madeira branca. E serao utilizadas na usina termoeletrica que esta sendo concluida ao lado do lago, onde essas arvores tbm serao usadas na producao de eletricidade