sexta-feira, março 28, 2008

VIDA CRIATIVA NA NOITE DO ROCK BRASILEIRO – LOS PORONGAS


Conheça a banda Los Porongas por eles mesmos:


(fonte: blog da banda. www.losporongas.blogspot.com) Nascida há quatro anos em Rio Branco/Acre, na amazônia ocidental brasileira, e atualmente residindo em São Paulo, a banda Los Porongas, que firmou seu trabalho autoral na cena independente nacional, tem sido apontada pela crítica como uma das novas revelações do rock brasileiro. Com uma linguagem que funde o regional e o universal, a banda avança além dos limites clássicos da cena independente. Um quarteto – Diogo Soares, Jorge Anzol, Márcio Magrão e João Eduardo, Los Porongas reúne qualidade instrumental, inteligência poética e shows eletrizantes, qualidades que proporiconaram à banda destaque em vários festivais independentes, além da participação em projetos de duas renomadas instituições culturais brasileiras: o Centro Cultural Banco do Brasil e o Instituto Itaú Cultural, sendo que neste último, a banda gravou seu primeiro DVD, que deverá ser lançado em 2008. Seu novo CD, auto-intitulado, gravado e produzido por Philippe Seabra (Plebe Rude), no Estúdio Daybreak, em Brasília, foi listado entre os 25 melhores discos brasileiros de 2007 na Revista Rolling Stone e foi muito bem ecebido pela crítica especializada, com as melhores cotações em diversos veículos.

Álbum: Los Porongas – Los Porongas.
Por. Rômulo Giácome de Oliveira Fernandes


Quão prazeroso foi perceber logo nos primeiros acordes de “Espelho de Narciso”, e “Nada Além” da banda acreana Los Porongas, algo que falta ao nosso maistream rockeiro; uma palavra chamada criatividade; não que seja fácil soar novo em um mundo tão gasto e castigado como o Rock and Roll, um gênero que tenta ser novo e atual a tanto tempo e com tão poucos recursos próprios; Los Porongas é uma grata satisfação, pois concentra criatividade e técnica em uma linha tênue e perigosa do rótulo de banda regional. Fugindo do hard / pós-punk engarrafado do nosso rock malhação (obs: com os mesmos riffs e marcas de guitarra que fizeram o sucesso de bandas como Detonautas e CPM22 para falar as melhores), o Los Porongas é para ouvidos mais treinados e conscientes do que é o Rock and Roll brazuca. Assim, competência e acordes inventivos nos impulsionam a ver uma gama interessante de variedades rítmicas que empolgam; quando vc acha que está entendendo aquele acorde ou ritmo, ela muda para outra textura ou momento que gera uma nova empolgação; nestas mudanças de marcha, vc chega à forma camaleônica de referências, que de modo simbiótico, explora sem explorar; usa sem usar; quando escutamos a introdução vocal de “Lego de Palavras” parece que escutamos Arnaldo Antunes; mas logo ela desemboca em uma dicção clara e eficiente, que desloca uma letra inteligente e interessante, enumerada. Os refrões são eficientes e não são o total da canção; eles se dissipam e se fragmentam em belíssimas passagens melódicas com letras inteligentes; “uma palavra quente rente à boca, alguma roupa rotula assinada, nada alem do esconderijo, do bem”; o flerte com acordes do rock inglês, que se concatena perfeitamente com virtuose de guitarras marcam o tempero rock and roll, sem esquecermos um grande tronco da MPB flertada com temas e letras regionais; quando escuto “nada além” toca-me a variedade melódica e ritma, me conduz a perceber mais e mais atentamente os detalhes que conduzem ao vocal preciso; a balada “Enquanto uns dormem” é equilibrada e seu início desconfigura e reconfigura; volto a falar da dicção aberta e clara, que consegue aplicar melodia e ritmo à letra; fazer a palavra evocar sua ressonância pop; a minha preferida é “Tudo ao contrário” ; adoro refrões com pegada e também adoro melodias; esta fusão fez com que esta música comece desértica e surja oásis; amadureça as tâmaras com uma virtuose de guitarra ao final, coroando o desfecho; uma boa pegada, uma belíssimo e criativo refrão e um virtuoso solo de guitarra; o que vc quer mais? E tudo isso com aquela sensação de não ter ouvido isso antes; isto é Los Porongas.
BAIXE O DISCO DOS LOS PORONGAS http://www.b-log.net/losporongas/disco.htm