MENU PRINCIPAL

quarta-feira, maio 11, 2011

TÓPICO GRAMATICAL 8ª EDIÇÃO - A AMBIGUIDADE É O COMBUSTÍVEL DA PIADA

BY ELISANDRO FÉLIX DE LIMA


Apesar do título de nosso quadro semanal ser “Tópico Gramatical”, nesta edição, mais uma vez, fugiremos de enfocar a gramática isoladamente. Trata-se, portanto, de um esclarecimento a respeito da ambiguidade na hora de escrever.
A ambiguidade é a duplicidade de sentido, seja de uma palavra ou de uma expressão. A ambiguidade é um vício de linguagem, e por isso, deve ser evitada em qualquer tipo de texto, pois, pode gerar dúvida ao leitor.


No último dia 06 deste mês, um jornal publicou a notícia

com a seguinte titulação:


Muitos leitores já ficaram preocupados, já que estão excluídos do festejo. A confusão foi gerada pelo uso do advérbio de exclusão “só” que se juntou com o substantivo “animais”. Isso mesmo, uma pequena palavra, às vezes, associada à outra, pode formar um termo e gerar uma tremenda confusão. Ainda bem que os leitores se tranquilizaram após terem lido toda a matéria, e saberem que os humanos também poderão participar, isto é, a festa não estará restrita “só” aos animais. Outra possibilidade de entendimento, agora um pouco humorística, é considerar que quem for a cavalgada será um animal. Por isso, a ambiguidade deve ser evitada em textos jornalísticos. Mas tudo bem, o jornal trabalha assim mesmo, é uma forma de fazer a notícia ficar mais interessante e divertida.
A ambiguidade pode aparecer de várias formas, mas a característica principal é o duplo sentido. Por isso, muito se usa da ambiguidade para se fazer anedotas, pois é ela o combustível da piada.

Elisandro Félix de Lima é formado em Letras pela UNESC - Faculdades Integradas de Cacoal, Pós-Graduando em Gramática Normativa da Língua Portuguesa.

Um comentário:

Eu, a Vanessa Marques disse...

Simplesmente perfeito... Ontem fiquei várias horas olhando diversas coisas no teu blog... E sabe, tenho q confessar, qdo crescer meu blog quer ser igual ao teu =p

bju

http://qrolecionar.blogspot.com