MENU PRINCIPAL

quarta-feira, maio 18, 2011

TÓPICO GRAMATICAL 9ª EDIÇÃO - POR QUE AS LETRAS K, W e Y VOLTARAM AO ALFABETO?

BY ELISANDRO FÉLIX DE LIMA
O alfabeto da Língua Portuguesa que até então possuía 23 letras, com o novo Acordo Ortográfico, passa a ter 26. É a volta das letras K, W e Y que levaram cartão vermelho da Língua Portuguesa em 1911 em Portugal e em 1943 no Brasil.
O que se sabe é que as letras K, W e Y, mesmo estando expulsas do alfabeto da Língua de Camões, sempre estiveram registradas nos dicionários brasileiros. O fato é que existe uma quantidade razoável de palavras em nosso vocabulário iniciadas por essas letras.
A volta das letras K, W e Y serve para fixar a ordem que essas letras ocupam no alfabeto. Nos países africanos de Língua Portuguesa há muitas palavras que se escrevem com K, W e Y.
A reintrodução das letras K, W e Y em nosso alfabeto não aumentará seu uso, isto é, não escreveremos” Kilômetro” ao invés de quilômetro.
Por que um dia as letras K, W e Y foram excluídas de nosso alfabeto? Pelo Acordo Ortográfico de 1943, ficou estabelecido que essas letras sofreriam as seguintes modificações gráficas.
O K substituído pelo dígrafo QU antes das vogais E e I ou pela letra C nos demais casos.
O W seria substituído por V ou U de acordo com o seu valor fonético na palavra. Ex.: Wilson (do Alemão / pronunciado Vilson) / Show (do Inglês / pronunciado Shou).
O Y substituído pelo I.
Ainda, o emprego das letras K, W e Y seria permitido em alguns casos especiais.
Segundo Santana (2010) As novas letras do alfabeto deverão ser classificadas em vogais ou consoantes de acordo com a forma como são pronunciadas nas palavras em que aparecem. Assim, o K será sempre consoante, pois sempre é pronunciado como o C antes das vogais A, O e U e como o dígrafo QU antes de E e I. Já o Y será vogal (ou semivogal), pois normalmente é pronunciado como se fosse um I. Entretanto, a letra W pode assumir o papel de vogal ou consoante (windows "U"/ Wagner "V"). Por exemplo, nas palavras de origem inglesa, por ser normalmente pronunciado como U, o W será vogal ou semivogal
As letras K, W e Y já eram usadas em nomes próprios oriundos de línguas estrangeiras e continuará sendo utilizadas, assim como nas derivações, siglas etc.
Byron – byroniano
Darwin – darwinismo
Kardec – kardecista
TWA – Trans Word Airlines
Kg – quilograma
K – potássio
W – West (oeste).
REFERÊNCIAS
BRASIL, Presidência da República. Decreto nº. 6.583, de 29 de setembro de 2008. Promulga o Acordo Ortográfico, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990.
INSTITUTO ANTÔNIO HOUAISS. Escrevendo pela Nova Ortografia. 3. ed. São Paulo. Publifolha, 2009.
SANTANA, Tatiana. Novo Acordo Ortográfico. Disponível em: http://www.jurisway.org.br/. Acesso em: 10 mai. 2011.
TUFANO, Douglas. Guia Prático da Nova Ortografia. 2. ed. São Paulo: Melhoramentos, 2009.
Elisandro Félix de Lima é formado em Letras pela UNESC - Faculdades Integradas de Cacoal, Pós-Graduado em Gramática Normativa da Língua Portuguesa, prof. tutor nos cursos a distância da UNISA e revisor textual.

Nenhum comentário: